A história do IEEE começa há 130 anos com a fundação do Instituto Americano de Engenheiros Elétricos, o AIEE, pelas siglas em inglês. Foi fundada por empresários dos Estados Unidos com o fim de desenvolver uma força laboral treinada e preparar normas para as indústrias elétricas desse país. Alexander Graham Bell e Thomas Alva Edison foram membros fundadores.

O Instituto de Engenheiros de Rádio, o IRE, pelas siglas em inglês, formou-se em 1912 pelos pioneiros em eletrônica de rádio que não se sentiam completamente atraídos pelo foco em engenharia elétrica do AIEE.

Em 1963, o AIEE e o IRE fusionaram-se para conformar o Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos, ou IEEE.

 

 

História da R9

Em América Latina contava-se com seções que pertenceram ao AIEE e ao IRE quando essas duas instituições se fusionaram em 1963. As seções da América Latina nesse momento eram: Uma seção do AIEE no México (1922) e seções do IRE em Argentina (1939), Brasil, (1956), Colômbia (1958) e Chile (1961).

Quando surge o IEEE, as seções que se encontravam fora de Estados Unidos (1-6) Canadá (7) e Europa (8), formavam parte do território chamado de “Resto do mundo” ou “Região 9”, sendo coordenado nessa época desde os Estados Unidos.

 

Antes de 1966, o termo “Região 9” era utilizado para se referir a todas as seções que não estavam nas seções 1-8. Nesse ano, o crescimento nas atividades do IEEE na América Latina, fez com que o Instituto formasse oficialmente uma entidade com estrutura própria, não só geograficamente, mas também administrativamente. Assim, acordou-se nomear um Diretor da Região, com responsablidade nas seções da América Latina, e que fizesse parte do conselho de diretores do IEEE. Guillermo Andrews da Argentina foi designado como o primeiro Diretor da R9 por dois anos (1966-1967). O senhor Andrews, em colaboração com Francisco Hawley do México (segundo diretor da R9 no período 1968-1969), foram fundamentais na formação da Região 9.

 

Em 1966, o Diretor da R9 e o diretor do IEEE decidiram reorganizar, para uma melhor funcionalidade, o território geográfico da região. Nos estatutos aprovados em novembro de 1966 afirma-se: <>.
A primeira Reunião Regional foi feita em Buenos Aires, na Argentina, em 1967, com a participação da maioria dos presidentes de seção da Região 9.
Nesse ano, o Presidente do IEEE, Walter Mac Adam, visitou sete países na região, entrou em contato com voluntários das seções existentes e promoveu as atividades e a formação de mais seções.

Em 2016, a Região 9 comemorou seus primeiros 50 anos de avanços na tecnologia para a humanidade na América Latina.

Hoje, a R9 conta com mais de 16.000 membros (31/Dec/2018) em 37 seções que compreendem praticamente a totalidade dos países da América Latina.
Para ver mais acerca do 50 aniversário, clique aquí.